O que é o DOI?

Saiba tudo sobre o DOI.

DOI significa Digital Object Identifier, ou seja, Identificador de Objeto Digital. É um padrão para identificação de documentos em redes de computadores, como a Internet. Este identificador, composto de números e letras, é atribuído ao objeto digital para que este seja unicamente identificado na Internet.

O sistema oferece identificação unívoca da propriedade intelectual de livros, artigos, periódicos e até imagens encontrados na Internet, associando a cada objeto seus dados básicos e sua origem.


Por que o DOI foi criado?

Foi desenvolvido pela Associação de Publicadores Americanos (AAP) com a finalidade de autenticar a base administrativa de conteúdo digital. É concebido como um número, mas não tem um sistema de codificação pré-definido e também não traduz ou analisa esta numeração. O DOI atribui um número único e exclusivo a todo e qualquer material publicado (textos, imagens, etc). Este número de identificação da obra é composto por duas sequências: (1) um prefixo (ou raiz) que identifica o publicador do documento; (2) um sufixo determinado pelo responsável pela publicação do documento.

O prefixo/raiz DOI é nomeado pela IDF (International DOI Foundation), que garante que cada raiz é única. Os livros ou artigos publicados em periódicos, por exemplo, provavelmente utilizarão como sufixo o número que já consta do ISBN ou ISSN. Além de ser um mecanismo utilizado para garantir o pagamento de direitos autorais através de um sistema de distribuição de textos digitais, o DOI também é útil para auxiliar a localização e o acesso de materiais na web, facilitando a autenticação de documentos.

No Brasil, a Plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), por exemplo, utiliza o DOI como uma forma de certificação digital das produções bibliográficas registradas pelos pesquisadores em seus Currículos Lattes.


Como o DOI é utilizado?

Quando um programa navegador encontra um número DOI, utiliza o prefixo para encontrar o banco de dados da editora e ali acessa as informações relativas ao livro ou ao periódico, que podem incluir dados do catálogo, resenhas e links.

Sua aplicação mais freqüente é para publicações em periódicos e obras com propriedade intelectual protegida (copyright), muitas delas associadas a bibliotecas virtuais. Através desse código é possível estabelecer uma ligação entre o Currículo Lattes e o site do artigo publicado, caso exista o DOI, que preenche automaticamente vários campos.


Atribuição do DOI pelas editoras

O DOI é atribuído pela editora da publicação, e cabe a ela informar o número DOI de cada artigo. Se o seu artigo possui número DOI, provavelmente ele será informado no cabeçalho do artigo. Se isto não acontece, contate a editora ou ignore o campo e continue a digitação das informações normalmente.

Se o número DOI for considerado inválido, confira a validade no site. Muitas vezes, números novos demoram para ser validados. Se ainda assim o número estiver incorreto, confira a digitação ou contate a editora da publicação.

A DigitalPub faz a solicitação do DOI e já entrega a edição do seu periódico completa. Entre em contato conosco para solicitar um orçamento.

Fonte: SeABD/UFSCAR

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email